O Mundo de Aisha – Ugo Bertotti

O Mundo de Aisha é uma HQ baseada nos relatos de Agnes Montanari durante sua estadia no Iêmen. Durante esse tempo, Agnes tenta encontrar o máximo de mulheres possíveis, para saber como as mulheres vivem nesse país muçulmano, no qual mulheres (pelo menos as casadas) devem usar o niqab (aquele véu que só deixa os olhos a mostra), e descobre como as “regras” estão mudando lentamente.

Continuar lendo “O Mundo de Aisha – Ugo Bertotti”

TAG Ler é um presente

A Val do blog Uma pedra no caminho criou a TAG “Ler é um presente” e me convidou para responder. Achei uma delícia responder, até porque tem presente melhor que livros?

Sobre a TAG:

Regrinhas: Responda aos tópicos abaixo e crie um link para o blog 1 Pedra no Caminho, você pode usar o banner para facilitar. Depois, basta convidar quem deseja que participe.

big-sale-background_23-2147511369

Continuar lendo “TAG Ler é um presente”

Manhã de Sol Florida, Cheia de Coisas Maravilhosas – Alécio Faria

O livro Manhã de Sol Florida, Cheia de Coisas Maravilhosas, do Alécio Faria (título gigante!) conta a história de Miguel Martínez, um uruguaio que parece ser suuuper chato, que não gosta de viver, cuja vida é só casa-trabalho, doce de leite, vinho e o sonho de conhecer o Rio de Janeiro.

manha Continuar lendo “Manhã de Sol Florida, Cheia de Coisas Maravilhosas – Alécio Faria”

Subliminar: Como o inconsciente influencia nossas vidas – Leonard Mlodinow

Quando ouvi o nome desse livro pela primeira vez no podcast Mamilos (ótimo podcast por sinal, recomendo!) achei que era um livro de pseudociência. Quando descobri o livro era do Leonard Mlodinow, senti mais confiança, ele é pesquisador, e como já li O Andar do Bêbado, sabia que ele coloca as referências no livro (ele não joga um monte de informações sem base alguma).

Sobre o livro: é um livro denso. É muita informação sobre como nosso cérebro funciona, sobre as pesquisas com o consciente e o subconsciente, são muitos casos que parecem impossíveis e tem muita coisa que dá medo! E esse dar medo é porque começa a mostrar que não estamos totalmente no controle, de forma consciente, de nós mesmos e que nem sempre a forma que nos lembramos de algum fato é como realmente aconteceu (essa parte de falsas memórias me dá muito medo! É um negócio muito louco! O Pirula fala sobre isso nesse vídeo). O Leonard Mlodinow apresenta resultados de pesquisas explicando de forma simples, para leigos, o que acontece no cérebro. E é incrível!! E se ficar curioso, ele deixa todas as referências para buscar os artigos publicados.

subliminar Continuar lendo “Subliminar: Como o inconsciente influencia nossas vidas – Leonard Mlodinow”

Colossus – D.F. Jones

Descobri esse livro através do filme Colossus: The Forbin Project, que por sua vez ouvi falar em um Nerdcast (#360 – A utopia dos futuros distópicos, aos 56 minutos). Já listamos ele no post Gente, esse filme tem um livro?!.

Vi o filme alguns anos atrás e por algum tempo quis ler o livro, mas não era fácil de encontrar, até que descobri o Abebooks (veja o nosso post sobre onde comprar livros usados).

É difícil dizer em que época se passa a história, não me lembro de ser citado no livro, mas parece ser em um “futuro” ano da década de 80. A configuração política é ainda é de Guerra Fria, mas alguns blocos são diferentes, como os Estados Unidos da América do Norte  (USNA) e os Estados Unidos da América do Sul (USSA).

223034634_276860_11098798708318050707

Continuar lendo “Colossus – D.F. Jones”

A Lista de Brett- Lori Nelson Spielman

Estava postergando a leitura desse livro desde que vi em uma livraria e me apaixonei pela capa. Olha que linda a capa da edição em alemão:

226615178_267721_10492274515515163066

O título em português já deixa claro sobre o que é a história: a lista de Brett é uma lista de objetivos (uma bucket list) que a Brett fez quando era adolescente.  Continuar lendo “A Lista de Brett- Lori Nelson Spielman”

Anna Kariênina – Liev Tolstói

“Todas as famílias felizes se parecem, cada família infeliz é infeliz à sua maneira”

1

Anna Kariênina foi meu primeiro contato com Tolstói. Como já mencionei em outro post, não sei exatamente o que aconteceu, mas em 2016 ouvi muita gente falando sobre russos, especialmente Tolstói e Dostoievsky. E não é só impressão, os livros do Tolstói estão entre os mais vendidos na Amazon. Desconfio que uma das razões seja o fim da Cosac Naify. E acompanhando a moda, resolvi ler Anna Kariênina (Guerra e Paz já está há tempos na minha lista de leituras, mas resolvi começar por alguma coisa menor). Continuar lendo “Anna Kariênina – Liev Tolstói”

Metas de leitura para 2017

Primeiramente, desejo um ótimo 2017! Espero que esse ano o mundo seja menos louco que 2016.

Segundo, com relação à metas de leitura: normalmente as minhas metas não funcionam muito bem. Pode ser que eu descubra um autor e queira ler todos os livros (ou sequências de livros) (em 2016 isso aconteceu com o Ciclo de Avalon, não tinha planos de ler As Brumas de Avalon e no fim li quase todos os livros da série – link para as resenhas no final do post) ou que não esteja no clima para ler algum livro. Então, essa é a lista de livros que tenho a intenção de ler, mas tudo pode mudar. A vantagem é que alguns eu já tenho ou já peguei emprestado na nossa linda biblioteca de rua (para saber sobre o que estou falando, lê esse post). Uma meta muito importante e que vou me esforçar para cumprir, é estar sempre lendo algum livro em alemão. Continuar lendo “Metas de leitura para 2017”

Retrospectiva 2016

Esse ano, em geral, fiz boas escolhas de leitura. Li livros muitos bons, li livros que já estavam na lista há muito tempo, li mulheres, li brasileiros, li contos. Apesar de ter acabado o ano sem ler tudo o que gostaria, estou satisfeita com as leituras.

1

Continuar lendo “Retrospectiva 2016”

12 livros suecos populares!

Depois do post sobre os livros mais importantes da literatura sueca (aqui), esse post é sobre os livros mais populares (e agora tem livro que conheço e está na lista de leituras!). Como imaginei, Stieg Larsson está nos primeiros lugares, talvez porque seja mais conhecido internacionalmente, talvez por causa dos filmes da trilogia Millenium (que acabei de descobrir que tem um quarto livro, A garota na teia de aranha, publicado em 2015, pelo escritor David Lagercrantz). Outra escritora importante, que também tem 3 livros na lista é Astrid Lindgren. Vou fazer a lista por autores e não necessariamente ordem de popularidade (se quiser ver a ordem, a lista está aqui).

Stieg Larsson

Os homens que não amavam as mulheres

A menina que brincava com fogo

A rainha do castelo de ar

1 Continuar lendo “12 livros suecos populares!”