Colossus – D.F. Jones

Descobri esse livro através do filme Colossus: The Forbin Project, que por sua vez ouvi falar em um Nerdcast (#360 – A utopia dos futuros distópicos, aos 56 minutos). Já listamos ele no post Gente, esse filme tem um livro?!.

Vi o filme alguns anos atrás e por algum tempo quis ler o livro, mas não era fácil de encontrar, até que descobri o Abebooks (veja o nosso post sobre onde comprar livros usados).

É difícil dizer em que época se passa a história, não me lembro de ser citado no livro, mas parece ser em um “futuro” ano da década de 80. A configuração política é ainda é de Guerra Fria, mas alguns blocos são diferentes, como os Estados Unidos da América do Norte  (USNA) e os Estados Unidos da América do Sul (USSA).

223034634_276860_11098798708318050707

Continuar lendo “Colossus – D.F. Jones”

Anúncios

A Lista de Brett- Lori Nelson Spielman

Estava postergando a leitura desse livro desde que vi em uma livraria e me apaixonei pela capa. Olha que linda a capa da edição em alemão:

226615178_267721_10492274515515163066

O título em português já deixa claro sobre o que é a história: a lista de Brett é uma lista de objetivos (uma bucket list) que a Brett fez quando era adolescente.  Continuar lendo “A Lista de Brett- Lori Nelson Spielman”

Anna Kariênina – Liev Tolstói

“Todas as famílias felizes se parecem, cada família infeliz é infeliz à sua maneira”

1

Anna Kariênina foi meu primeiro contato com Tolstói. Como já mencionei em outro post, não sei exatamente o que aconteceu, mas em 2016 ouvi muita gente falando sobre russos, especialmente Tolstói e Dostoievsky. E não é só impressão, os livros do Tolstói estão entre os mais vendidos na Amazon. Desconfio que uma das razões seja o fim da Cosac Naify. E acompanhando a moda, resolvi ler Anna Kariênina (Guerra e Paz já está há tempos na minha lista de leituras, mas resolvi começar por alguma coisa menor). Continuar lendo “Anna Kariênina – Liev Tolstói”

Metas de leitura para 2017

Primeiramente, desejo um ótimo 2017! Espero que esse ano o mundo seja menos louco que 2016.

Segundo, com relação à metas de leitura: normalmente as minhas metas não funcionam muito bem. Pode ser que eu descubra um autor e queira ler todos os livros (ou sequências de livros) (em 2016 isso aconteceu com o Ciclo de Avalon, não tinha planos de ler As Brumas de Avalon e no fim li quase todos os livros da série – link para as resenhas no final do post) ou que não esteja no clima para ler algum livro. Então, essa é a lista de livros que tenho a intenção de ler, mas tudo pode mudar. A vantagem é que alguns eu já tenho ou já peguei emprestado na nossa linda biblioteca de rua (para saber sobre o que estou falando, lê esse post). Uma meta muito importante e que vou me esforçar para cumprir, é estar sempre lendo algum livro em alemão. Continuar lendo “Metas de leitura para 2017”