Fahrenheit 451 – Ray Bradbury

Quando li 1984 (resenha aqui) comentei que pelas descrições, eu imaginava que a Coréia do Norte seria algo tipo o que é narrado no livro.

Lendo Fahrenheit 451, em 2017, pós Trump assumir o governo dos EUA e negar evidências científicas, proibir agências científicas a comunicar resultados que o governo não concorda (e f… a ciência, né? o importante é o que o presidente acha…), esse livro me lembrou muito a situação atual dos EUA.

A história do livro se passa em uma sociedade em que não é permitido ter livros, as casas são a prova de fogo, e os bombeiros são os responsáveis por queimar os livros. Uma sociedade em que ninguém questiona, o importante é todo mundo estar feliz. E para ser feliz, é importante não questionar. O importante é o entretenimento, proporcionado pelo governo (totalitário), que garante à população “felicidade”.

clipboard02

O personagem principal do livro, Montag, é um bombeiro. A escolha da profissão foi tipo herança: o pai foi bombeiro, ele nunca questionou, sempre pareceu uma ótima profissão.

Montag leva uma vida feliz, até encontrar Clarisse. Clarisse é uma adolescente problema, de uma família problema. Ela está sempre questionando porque as coisas são como são. Os questionamentos dela começam a atiçar a curiosidade de Montag, que aos poucos começa a se questionar sobre o mundo, a sociedade e, depois de uma situação no trabalho, sobre o que tem nos livros, qual o perigo deles, para serem proibidos.

Ela não queria saber como uma coisa foi feita, mas por que. Isso pode ser inoportuno. Você pergunta “por que” sobre muitas coisas e acaba muito infeliz, na verdade, se continuar com isso.

A partir daí, a trama se desenrola com Montag roubando livros, dando piti sobre entretenimento e poesia, e tentando mudar de vida. A partir de certo ponto começa a conhecer outras pessoas que foram instruídas antes do regime e que ainda apreciam e protegem livros.

clipboard03

É um clássico, foi escrito no pós Segunda Guerra Mundial (1953). É impossível ler Fahrenheit e não pensar em 1984 e Admirável Mundo Novo.

Para comprar o livro: Amazon (se você está lendo esse post até o dia 28/02/17, o eBook sai de graça usando o cupom CARNAVAL5)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s