Os Ancestrais de Avalon – Marion Zimmer Bradley

Li “As Brumas de Avalon” e me apaixonei pelos livros (resenha aqui). Sabia que existiam livros anteriores, mas que não eram fundamentais para história, então comecei pelo 7º livro do Ciclo de Avalon, com “A Senhora da Magia” (primeiro de As Brumas). Acho que foi uma boa decisão, porque como já falei no post A Queda de Atlântida – Marion Zimmer Bradley, não gostei muito da primeira parte do primeiro livro.

ancestrais

O segundo livro, Os Ancestrais de Avalon, continua a história do segundo livro do “A Queda de Atlântida” após aproximadamente 15 anos, com a concretização da profecia que dizia que Atlântida estava fadada a desaparecer. Segundo a profecia, os filhos de Domaris e Deoris, Micail e Tiriki, serão os sacerdotes responsáveis por fundar um novo Templo na nova terra.

O primeiro 1/4 do livro passa em Atlântida, com a vida seguindo normalmente, passando para princípio de catástrofe e finalmente o último dia e a fuga. Muitos novos personagens são introduzidos (se você for ler a edição do livro da foto acima,  não leia a lista de nomes no início do livro, em certo ponto os nomes começam a dar spoilers).

A fuga foi feita em diferentes navios, um plano bonitinho, com lista de passageiros em cada navio. Os acólitos (futuros sacerdotes) foram “destinados” a escapar para ajudarem na fundação na nova terra um novo Templo. Claro que na hora do corre, corre, não deu muito certo a história de navio específico.

Creio que disse a você que o povo do pântano me chama de Morgana, a mulher que veio do mar. Mas eles chamavam Chedan de Falcão do Sol. Ou às vezes de Merlin, o esmerilhão. Ambos são nomes que designam o falcão nativo. 

Personagens que deveriam sobreviver, morreram. Personagens se separaram. Navios se perderam. Novas terras foram encontradas, contato com tribos locais foram realizados e novos templos começaram a serem construídos. E ia tudo muito bem (naquelas, tudo estava em paz apesar de ser difícil conseguir alimentação) até o poder subir para cabeça e os atlantes se enfrentarem com magia. A indicação da localização de Avalon aparece pela primeira vez.

Gostei bastante desse livro, melhor que o primeiro do Ciclo de Avalon. E quando começou as tretas por causa do poder, não teve como não escolher lado. No começo do eBook tinha uma sinopse, li, o que normalmente não faço, e tinha informação demais pro meu gosto…

Anúncios

11 comentários sobre “Os Ancestrais de Avalon – Marion Zimmer Bradley

      1. Não li. Fiquei sabendo há poucos dias da existência dele. Agora já estou lendo A Sacerdotisa de Avalon, que é “no meio” de A senhora de Avalon. Parece que A espada não foi publicada no Brasil, só em Portugal ou em inglês.

        Curtido por 1 pessoa

  1. Pingback: As Brumas de Avalon – Marion Zimmer Bradley – Oh my livros!

  2. Pingback: Os Corvos de Avalon – Diana L. Paxson – Oh my livros!

  3. Pingback: A Casa da Floresta – Marion Zimmer Bradley – Oh my livros!

  4. Pingback: A Senhora de Avalon – Marion Zimmer Bradley – Oh my livros!

  5. Pingback: Retrospectiva 2016 – Oh my livros!

  6. Pingback: Metas de leitura para 2017 – Oh my livros!

  7. Pingback: A Sacerdotisa de Avalon – Marion Zimmer Bradley – Oh my livros!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s